Formação Básica em Psicologia Biodinâmica – Curso Semi-Presencial

O Instituto Raiz lança, neste ano de 2017, um novo curso de Formação em Psicologia Biodinâmica, no formato semi-presencial, isto é, parte do curso será feita on line e outra parte serão realizados encontros presenciais.

Pelo estudo on line, por meio da plataforma de ensino do Raiz, o aluno terá acesso à teoria Biodinâmica: seu percurso histórico, as teorias que a influenciaram, a construção de seu arcabouço teórico e relatos da prática / clínica. A leitura e o estudo dos textos serão complementados pelas discussões em grupo, por meio dos fóruns, e pelas demais atividades necessárias para aquisição de uma formação teórica sólida. Os encontros presenciais, cinco ao todo, serão focados na prática vivencial da terapia Biodinâmica, com demonstrações e aplicações da teoria.

Duração do curso: 10 meses.
Início: 12 de abril de 2017.
Encontros presenciais: 05 e 06 de maio; 09 e 10 de junho; 04 e 05 de agosto; 06 e 07 de outubro e 15 e 16 de dezembro.

Sextas, das 18h às 22h. Sábados, das 9h às 13h.

Professoras responsáveis: Sandra Martins e Susana Zaniolo Scotton

Para saber mais, acesse: http://institutoraiz.com.br/cursos/moodle/

O que é Biodinâmica?

A Psicologia Biodinâmica foi fundada pela psicóloga e fisioterapeuta norueguesa, Gerda Boyesen (1922-2005), no ano de 1960, em Londres, Inglaterra. Gerda teve uma formação riquíssima com influências de nomes, como Ola Raknes, Lilenor Johnsen, David Boadella, John Pierrakos, Alexander Lowen, Eva Reich, David Cooper e Ronald Laing entre, entre outros nomes relacionados às terapias corporais, sob influência da Psicanálise do austríaco Wilhelm Reich. Sua formação teórica e prática se desenvolveu principalmente na Universidade de Oslo, no Instituto Bülow Hansen e no Hospital Dikemark. No Instituto Bülow Hansen, ela se submeteu à massagem com Aadel Bülow Hansen.

A palavra biodinâmica (bio = vida / dinâmica = força) compreende a força vital, que se move nos organismos, como a libido, e seu fluxo é inerentemente prazeroso. Se, por algum motivo, este fluxo for bloqueado, poderão ocorrer sintomas físicos e psicológicos (psicossomáticos).

Neste sentido, a terapia Biodinâmica tem como princípio a relação intrínseca entre o corpo e a mente enquanto elementos de um mesmo organismo. Isto é, na visão biodinâmica, as funções da mente, corpo e espírito são totalmente interligadas entre si. Tudo o que se passa com o indivíduo e tudo o que ele faz são resultados das manifestações da força vital (fluxo) se movendo.

Assim, o ser humano é percebido e analisado a partir de dois movimentos: a homeostase, que é a busca do equilíbrio e da autorregulação e a evolução pela mudança e pelo movimento.

A Psicologia Biodinâmica, segundo a Professora Sandra Martins, tem ainda como princípio o respeito à singularidade de cada ser humano, buscando incentivar sua criatividade, potência e espontaneidade de forma afetiva, tolerante e não invasiva. Enfatiza o amor, o prazer, o conhecimento, o trabalho e a espiritualidade como fundamentos de uma existência plena.

Nessa terapia, em específico, há a proposta de se fazer “aliança” com a resistência e poder, desse modo, ir dissolvendo os bloqueio psico-corporais. Trata-se de uma abordagem sistêmica que engloba a intervenção verbal, o trabalho com os sonhos e a imaginação, integrados as duas formas de abordagem somática: a massagem biodinâmica e a vegetoterapia biodinâmica.

A massagem biodinâmica tem como pressuposto o contato físico como uma forma de comunicação não-verbal, por isto são valorizados a intenção no toque e o uso de técnicas específicas de massagem adaptadas às diferentes necessidades de cada fase do processo analítico. Dentre as técnicas de massagem, está a psicoperistáltica, a qual se vale de um estetoscópio como guia do processo analítico como um todo.

A Vegetoterapia Biodinâmica engloba diversas formas de intervenção corporal com a finalidade de trabalhar o psiquismo e que podem ser aplicadas sem necessariamente haver contato físico com o paciente. Para tanto, o terapeuta faz uso da associação livre de movimentos, do trabalho com a respiração e de exercícios de integração e mobilização.

O setting da terapia Biodinâmica preza pela tranquilidade, sem imposições ou invasões; está baseado nas nuances da relação terapêutica. Isto é, o analista procura permanecer atento aos gestos espontâneos do seu paciente, uma vez que sua tarefa é focada na identificação e facilitação do gesto interrompido, para que o indivíduo “possa se desenvolver por meio do contato com seu self verdadeiro”, como afirma Ricardo Rego.

REFERÊNCIAS

Sandra Martins

Ricardo Rego

Recent Posts
Showing 2 comments
  • Renata Duarte
    Responder

    Fantástico….como princípio o respeito a singularidade de cada ser humano, buscando incentivar sua criatividade, potência e espontaneidade de forma afetiva, tolerante e não invasiva. Enfatiza o amor, o prazer, o conhecimento, o trabalho e a espiritualidade como fundamentos de uma existência plena”.

    • admin
      Responder

      Obrigada pelo comentário, Renata!

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search

Yulouse lautrecponte-rio-sena-paris-franca-pintor-van-gogh-na-tela-repro-D_NQ_NP_17834-MLB20144482220_082014-F